Busca Notícias - Seu Portal de Notícias Online | Veja as primeiras Notícias

Namorado trans de Leandrinha Du Art rebate preconceito: 'Só queremos ser felizes'

 

Ativista pelos direitos das pessoas com deficiência está namorando Izacc Medeiros

Izacc Medeiros, namorado da ativista pelos direitos das pessoas com deficiência e mulher trans Leandrinha Du Art, falou com o EXTRA sobre o pedido de namoro feito por ela, na última terça-feira, 24. Ele conta começaram uma paquera pelo Instagram no dia 28 de agosto, quando a influenciadora mandou um emoji de coraçãozinho para ele.

"Ela me mandou um coração verde, daí começamos a conversar, a gente foi se gostando na mesma proporção. Nunca namorei alguém que me entendesse por completo e me aceitasse exatamente como sou. Nos relacionamentos anteriores, tinha algo que queriam me mudar. E a Leandrinha não tem isso. Ela me aceita e eu sou feliz por isso. O amor surge entre duas pessoas quando a gente menos espera. Eu a amo", diz.

Izacc revela que recebeu alguns comentários preconceituosos e discursos de ódio nas redes sociais por conta do namoro, mas garante que isso não atinge o casal.

" A gente está feliz. Só queremos ser felizes! Só isso. As pessoas perdem tempo da vida delas pregando o ódio. E eu até já respondi algumas delas, desejando que elas tenham amor no coração e parem de pregar o ódio", diz.

O novo namorado de Leandrinha tem 27 anos (um a menos que ela), é técnico em manutenção de dispositivos móveis e nasceu em Natal, no Rio Grande do Norte . Com isso, o casal vai ter que lidar com a distância, já que Leandrinha é de Minas Gerais.

"A gente mantém o relacionamento da forma mais leve possível, sem cobranças. A gente entende o tempo e espaço um do outro, entendemos cada detalhe. Temos confiança o suficiente para suportar a distância, mas sempre que nos encontrarmos, tenho certeza que vamos nos ver nos amando muito".

Leandrinha faz sucesso entre seus seguidores por não hesitar em dar suas opiniões sobre sexo. Em seu Instagram, a influenciadora conta abertamente sobre sua vida para mais de 670 mil pessoas. Com eles, Leandrinha divide suas crônicas e contos eróticos, que escreve em um blog.







Mas nem sempre foi assim. A decisão de se aventurar no mundo digital aconteceu em 2017. Leandrinha, que foi criada por família religiosa, rompeu com a religião e, segundo ela, deu espaço para ser quem queria. A influenciadora, que tem um perfil onde compartilha estudos sobre teologia, investe em educação para acabar com a ideia de que pessoas com deficiência não têm desejos sexuais.

De Passos, interior de Minas Gerais, a influenciadora nasceu com a Síndrome de Larsen, uma rara condição genética que afeta o desenvolvimento dos ossos da criança ainda no útero. Por conta da má-formação, ela já contou que durante a adolescência enfrentava problemas de autoestima e se escondia em roupas mais largas, mas tudo mudou quando um dos meninos mais bonitos do colégio pediu para beijá-la.

Com pautas anticapacitistas, ela é uma das vozes mais presentes nas redes, sendo considerada referência sobre o tema. A influenciadora quebrou mais uma barreira quando foi destaque ao desfilar pela primeira vez no São Paulo Fashion Week no ano passado. Em 2018, ela foi candidata a deputada federal pelo Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), mas não chegou a vencer para ocupar o cargo.

A vida na internet nem sempre foi fácil. Leandrinha já precisou denunciar ataques e comentários de ódio que sofreu nas redes sociais. Ela inclusive já compartilhou que chegou a sofrer ameaças.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem