Busca Notícias - Seu Portal de Notícias Online | Veja as primeiras Notícias

Vasco falha muito, perde para o Inter em casa e segue no Z4

 


Cruz-maltino leva gols em bons momentos, tenta reagir no fim, mas para em duas expulsões

São Januário e o Vasco viveram uma noite para esquecer nesta quinta-feira. Dias depois de uma boa exibição mesmo com derrota no clássico contra o Flamengo, o cruz-maltino não conseguiu repetir o desempenho e sofreu uma derrota dolorosa para o Internacional. Maurício e Enner Valencia marcaram no para o Colorado no 2 a 1. Alex Teixeira descontou.

A derrota estaciona o Vasco na 17ª colocação, com 30 pontos, em rodada em que poderia ultrapassar o Goiás (derrotado pelo Fluminense) e deixar a zona de rebaixamento. O esmeraldino é o próximo adversário vascaíno, em confronto direto no domingo. O cruz-maltino ainda pode ser ultrapassado pelo Santos, que recebe o Coritiba nesta quinta. O Internacional, que enfrenta o mesmo Coritiba no domingo, chegou aos 38 pontos e se afastou de vez de qualquer perigo no campeonato.

O Vasco sofreu dois gols em momentos em que dominava a partida, uma no primeiro tempo e outra no segundo. É bem verdade que na primeira etapa, quando Payet quase abriu o placar em boa jogada de Vegetti, os gaúchos já ofereciam muito perigo com a dupla Maurício e Alan Patrick nos contra-ataques. Foi de seus pés que saiu o gol que abriu o placar da partida, um golaço: Alan Patrick deu lindo cavadinha para Maurício sair de cara para Léo Jardim e marcar.

A partir daquele momento, o cruz-maltino se perdeu: foram falhas técnicas e de posicionamento em profusão, que deixaram o Inter à feição de ampliar. Enner Valencia chegou a fazer no rebote em boa jogada de Maurício, mas estava impedido. O próprio equatoriano ainda botou Jardim para trabalhar no fim.

Segundo tempo tem emoção e duas expulsões
O Vasco voltou melhor no segundo tempo, em que a chuva aperto no Rio. Com o time mais tranquilo, construiu e teve mais volume de jogo, chegando a quase marcar com Vegetti, parado em grande defesa de Rochet. Só que voltaria a sofrer gol em jogada infeliz. Léo perdeu disputa em chutão, a bola sobrou para Bustos que assitiu Enner Valencia para finalmente marcar o seu.

Sem muito a perder, o Vasco se lançou ao ataque e ganhou o apoio da torcida. Entraram Jair, Puma, Erick Marcus e Alex Teixeira na segunda etapa. Com o Inter mais recuado, Erick passou a levar muito perigo pela esquerda, no abafa, até encontrar Alex Teixeira pelo alto para diminuir.

A possível reação, porém, parou em duas expulsões. Paulinho e o próprio Erick Marcus levaram os segundos cartões amarelos em faltas parando contra-ataques aos quais o time ficou exposto. Com dois a menos, não houve mais chances claras.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem