Busca Notícias - Seu Portal de Notícias Online | Veja as primeiras Notícias

Anúncio da volta de Victor e Léo causa mal-estar e revolta nos bastidores da Globo

 Funcionários da Globo ficaram incomodados ao verem a emissora vender espaço publicitário para divulgar a dupla

ARACAJU, SE (FOLHAPRESS) - Uma propaganda de 60 segundos exibida no intervalo do Fantástico, no último domingo (25), causou mal-estar e revolta nos bastidores da Globo.

A área comercial da emissora vendeu espaço no break da revista eletrônica dominical para a empresa Opus Entretenimento anunciar o retorno da dupla sertaneja Victor e Léo aos palcos após seis anos afastados. No entanto, a equipe do programa e outros setores da emissora –especialmente mulheres– ficaram incomodados com o negócio.

O motivo é que Victor Chaves, um dos membros da dupla, responde a processo na Justiça por violência doméstica contra sua então mulher, Poliana Bagatini. Na época, ela estava grávida do segundo filho do casal.

Poliana afirmou que foi chutada, jogada ao chão e agredida psicologicamente por Victor. Em 2020, o cantor foi condenado em primeira instância a cumprir 18 dias de prisão em regime aberto e a pagar uma indenização de R$ 20 mil por danos morais. Ele recorreu da decisão, mas o recurso ainda não foi julgado.

À Folha de S.Paulo, em 2020, o cantor negou as acusações e disse que, na verdade, tentou conter a ex-mulher, que estaria descontrolada emocionalmente após uma discussão com a mãe e a irmã dele. Ainda segundo ele, imagens de um vídeo de segurança que comprovariam as agressões foram tiradas de contexto. "Utilizaram os fatos com leituras sensacionalistas", afirmou na ocasião.

Quando o caso veio à tona, em 2017, Victor foi afastado do reality show musical The Voice Kids pela Globo antes do final da temporada. Nos anos seguintes, nem ele nem o irmão voltaram ao programa. Logo depois, os dois anunciaram que seguiriam caminhos separados.

Para anunciar o retorno da dupla, a Opus pagou por um intervalo de 60 segundos no primeiro intervalo do Fantástico. O espaço é considerado um dos mais nobres da emissora e custa quase R$ 1 milhão, segundo a tabela disponível no site comercial da Globo.

Dentro da emissora, o negócio já era considerado polêmico desde o começo do mês, quando a Opus procurou representantes da empresa para acertar a estratégia de mídia. Algumas mulheres da área comercial foram contra.

A equipe do Fantástico também ficou incomodada. Jornalistas não sabiam que havia previsão daquele reclame ser exibido e ficaram incomodados com o fato de o comercial ter sido veiculado justamente no programa comandado por Maju Coutinho e Poliana Abritta.

Nos últimos anos, o Fantástico vem exibindo quadros que denunciam violências contra a mulher. É o caso do Isso Tem Nome, apresentado pela repórter Ana Carolina Raimundi, que fala de diversas formas de abuso.

Após a exibição do anúncio, a Globo tem feito um monitoramento de críticas feitas pelo público nas redes sociais para entender o tamanho do possível dano externo.

Procurada pela reportagem para comentar o assunto, a emissora diz que "não tem conhecimento de qualquer mal-estar nas áreas por conta desse assunto".

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem