Busca Notícias - Seu Portal de Notícias Online | Veja as primeiras Notícias

Polícia Civil de SP fecha fábrica clandestina de cerveja adulterada

 


Foram apreendidas mais de 600 grades de cervejas já falsificadas

APolícia Civil de São Paulo fechou, na noite de quinta-feira (18), uma fábrica clandestina de cerveja adulterada na Zona Sul da capital paulista. Trinta e uma pessoas foram presas.

De acordo com o G1, os agentes flagraram os 31 detidos trabalhando na adulteração das bebidas. No local, foram encontrados milhares de rótulos e tampas de marcas líderes do mercado brasileiro, que eram colocados em cervejas mais baratas. Também foram apreendidas pelo menos 683 grades de cervejas já falsificadas.

Segundo o site brasileiro, o relatório da polícia indica que os vizinhos da fábrica clandestina revelaram que ela funcionava 24 horas por dia, com grande fluxo de entrada e saída de caminhões.

As 31 pessoas que se encontravam no local não forneceram qualquer informação, alegando apenas que trabalhavam na produção e no carregamento de caixas.

O relatório da polícia ainda indica que os detidos "foram surpreendidos enquanto falsificavam produto alimentício destinado ao consumo, tornando-o nocivo à saúde e reduzindo-lhe o valor nutritivo. Os produtos eram manuseados inadequadamente, em local insalubre e sem qualquer condição de higiene".

O relatório também acrescenta que "ficou evidente o objetivo em falsificar garrafas de cerveja, substituindo os respectivos rótulos e tampinhas de marcas de qualidade inferior, com o intuito claro de auferir lucro indevido".

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem