Macrofilia: entenda o fetiche por ‘gigantes’ que fez modelo americana mentir altura no onlyFans para ganhar R$ 500 mil por semana
Busca Notícias - Seu Portal de Notícias Online | Veja as primeiras Notícias

Macrofilia: entenda o fetiche por ‘gigantes’ que fez modelo americana mentir altura no onlyFans para ganhar R$ 500 mil por semana

Marie Temara, de 28 anos, dizia ter 2,13 metros de altura, porém, após investigação de jornal americano, descobriu que ela na verdade tinha ‘apenas’ 1,88 cm

A modelo erótica Marie Temara, de 28 anos, diz ganhar mais de 500 mil reais por semana ao mostrar seu corpo no site de adultos OnlyFans, isso porque seduz os homens ao falar que tem mais de 2 metros de altura – segundo a jovem ela teria 2,13 metros de comprimento. O jornal “daily Star”, porém, investigou e descobriu que tudo não passava de uma farsa. A modelo na verdade tem 1,88 metros de altura – o que também não é nada baixo.

"Alguns (fãs) querem que eu finja que eles são minhas bonequinhas. Então eu comprava umas bonequinhas, pisava nelas, colocava-as entre os dedos dos pés e as esmagava", disse ela que aparenta ficar mais alta graças a truques de gravação, como ângulos favoráveis e uso de sapatos de salto.


O nome por esse tipo de fetiche, ou seja, por pessoas gigantes é macrofilia. Apesar de não ser muito conhecido entre as pessoas e não ser algo popular, quem pratica diz gostar bastante. Normalmente, é um fetiche encontrado em homens que sentem prazer em mulheres maiores, que os façam sentir pequeno, subjugado e dominado.

Por isso, os seguidores de Marie pedem para ser tratados como bonequinhas, ou que pisem neles. É uma forma de se sentirem humilhados e subjugados. Como gigantes não existem, os adeptos ao movimento buscam alguns conteúdos que geram ilusão de ótica na internet, como realidade virtual, ou no caso de Marie, a escolha de ângulos certos, e até mesmo mulheres mais altas do que eles.


Marie afirma que na escola, ela era mais conhecida por apelidos que odiava, como King Kong, por causa da sua altura destoante. Apesar de ter mentido, ela ainda é muito mais alta do que a média masculina nos EUA, de 1,75 metro.

"É muito 'me pegue', 'pise em mim', humilhação pública, humilhações relacionadas à genitália. Ganho dinheiro fazendo os caras se sentirem menores, porque sou muito grande", disse ela ao "Daily Star".

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem