Ao menos 35 ônibus são incendiados após morte de líder da maior milícia do RJ
Busca Notícias - Seu Portal de Notícias Online | Veja as primeiras Notícias

Ao menos 35 ônibus são incendiados após morte de líder da maior milícia do RJ

 


Esse é o dia com mais ônibus incendiados de forma criminosa da história, de acordo com o Rio Ônibus

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Ao menos 35 ônibus foram incendiados no Rio de Janeiro após a morte de Matheus da Silva Rezende, o Faustão. Apontado pelas autoridades como uma das lideranças da maior milícia do Rio, ele foi morto na tarde desta segunda-feira (23) em uma ação da Polícia Civil na comunidade Três Pontes, na zona oeste da cidade. Ainda não há informações sobre feridos.

Segundo denúncias à Justiça, Faustão é a segunda liderança da maior milícia do Rio, que tem como chefe seu tio, Luís Antônio da Silva Braga, o Zinho.

Em setembro, Faustão foi denunciado por ser um dos atiradores que mataram a tiros o ex-vereador Jerônimo Guimarães Filho, o Jerominho. O ex-político é acusado de fundar, nos anos 2000, a chamada Liga da Justiça, que originou a atual milícia comandada por Zinho, ainda segundo a Promotoria.

A advogada de Faustão, Leonella Vieria, afirmou que estava apurando as informações sobre a morte do cliente e que não iria se manifestar, neste momento, sobre as acusações do Ministério Público do Rio de Janeiro.

A morte de Jerominho, ainda de acordo com promotores, teria ocorrido depois que a milícia de Faustão suspeitou de que Jerominho pudesse retomar a liderança da quadrilha. Pelo menos desde 2010 a Liga da Justiça passou a ser chamada de milícia do CL, em referência a um irmão de Zinho, que assumiu a liderança. A chefia passou a ser sucedida por membros da família, segundo a Promotoria, que intitula as denúncias sobre a quadrilha de Dinastia.

O confronto envolveu policiais da Core (Coordenadoria de Recursos Especiais) e do DGPE (Departamento Geral de Polícia Especializada). O suspeito foi levado para o Hospital Pedro 2º, mas não sobreviveu, de acordo com a secretaria municipal do Rio.

ÔNIBUS INCENDIADOS

Esse é o dia com mais ônibus incendiados de forma criminosa da história, de acordo com o Rio Ônibus. Até o momento, são 35 no total, sendo 20 municipais e 5 BRTs. Passageiros se aglomeram nos terminais da zona oeste da cidade.

Entre os ônibus incendiados nesta tarde está um BRT, que estava vazio e pronto para entrar em circulação. Não houve feridos, segundo a assessoria.

Outros 20 ônibus foram incendiados em diferentes ruas da zona oeste. De acordo com o COR (Centro de Operações Rio), o primeiro ônibus incendiado estava na rua Felipe Cardoso, na altura do BRT Cajueiros, em Santa Cruz.

Procurado, o comandante do 27ºBPM (Santa Cruz) afirmou que o policiamento foi reforçado.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem