Busca Notícias - Seu Portal de Notícias Online | Veja as primeiras Notícias

PMs libertam homem sequestrado após marcar encontro por aplicativo em SP

 


A vítima relatou aos policiais que chegou até a região do Jardim Rincão depois de marcar um encontro com uma mulher por meio de um aplicativo de relacionamento.

PAULO EDUARDO DIAS
SÃO PAULO,SP (FOLHAPRESS) - Um homem vítima de sequestro foi libertado por policiais militares na noite desta sexta (1°) na zona oeste de São Paulo.

A vítima relatou aos policiais que chegou até a região do Jardim Rincão depois de marcar um encontro com uma mulher por meio de um aplicativo de relacionamento. Conforme o depoimento do homem, ao chegar no endereço combinado ele foi abordado por quatro criminosos, um deles armado.

O grupo exigiu que ele entregasse o aparelho celular. Na sequência, a vítima foi levada para um cativeiro.

Policiais militares que patrulhavam a região foram chamados para atender a uma ocorrência em que criminosos mantinham uma pessoa sequestrada dentro de um carro BMW.

Durante as buscas, os PMs chegaram ao imóvel em que a vítima era mantida após deixar o carro, na rua Oduvaldo Viana.
Um dos suspeitos foi preso. Segundo informações do boletim de ocorrência, o detido confessou que estava com a vítima. Com ele foi apreendida uma arma falsa.
O caso foi registro como roubo no 87º DP (Vila Pereira Barreto).

OCORRÊNCIAS SEMELHANTES
Um caso semelhante foi registrado na noite de 10 de agosto, quando um produtor de TV foi sequestrado na zona norte após cair no chamado golpe do Tinder.

Ele foi encontrado por PMs na manhã do dia seguinte. O carro foi encontrado na rua Andresa, no Jaraguá, e dentro do veículo estavam três homens e o produtor.

Os bandidos chegaram a dar um tiro de dentro do carro para intimidar a vítima, que atingiu o vidro dianteiro do veículo. Segundo os policiais, o homem disse ter realizado transações financeiras para contas dos bandidos na casa de R$ 10 mil.
Os três homens presos foram encaminhados para o 72º DP (Vila Penteado).

Os bairros do Jaraguá, Taipas e Brasilândia concentram grande parte das ocorrências do golpe do Tinder.

No final de junho, um médico de 36 anos foi sequestrado e mantido refém depois de usar um aplicativo de relacionamento e cair no golpe.

Ele disse ter pensado que estava conversando com uma mulher, mas foi atraído por criminosos e abordado. Ele foi libertado no dia seguinte, depois de a PM encontrar o cativeiro. Quatro pessoas foram presas.

A vítima, moradora de São Roque (SP), perdeu cerca de R$ 180 mil em valores transferidos de sua conta bancária e empréstimos realizados pelos criminosos em seu nome.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem